A GCM NA LUTA CONTRA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

A GCM NA LUTA CONTRA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

A GCM na luta contra a violência doméstica

A violência doméstica é um tema muito amplo que passa da agressão em si. Ela pode ser física, psicológica, sexual, patrimonial e moral. Desde 2014 a Guarda Civil Metropolitana atua na proteção de mulheres vítimas de violência doméstica. Através de um convênio com o Ministério Público de São Paulo, criado pelo Decreto 55.089 e ratificado pela lei municipal 16.165 em 13/04/2015. As equipes além de fazer o acompanhamento das vítimas, acabam fazendo a conscientização desses temas e as encorajando a denunciar qualquer tipo de abuso.

O Programa tem o objetivo de fiscalizar as Medidas Protetivas de Urgência deferidas pela justiça. As rondas são realizadas pelas equipes do Guardiã nas residências, trabalho, escola ou qualquer outro lugar que seja vulnerável a essa mulheres. Elas são orientadas a acionar via telefone de emergência da Guarda Civil -153 e também pelo aplicativo de socorro imediato instalado em seus celulares, quando do retorno, das tentativas e novas agressões do autor.

Guardiã Maria da Penha

Os integrantes do Guardiã Maria da Penha passam por cursos de capacitação específico e promovem um atendimento humanizado a essas mulheres, direcionando aos serviços essenciais como: Delegacia da Mulher, Centro de Referência da Mulher e outros serviços que forem necessários.

Em 08/03/2019 foi criada a Inspetoria de Defesa da Mulher e Ações Sociais (IDMAS) no âmbito da Guarda Civil, ampliando o número de equipes para atendimento em todas as regiões da cidade. Criou também uma parceria com a Polícia Civil, onde as equipes noturnas apoiam as Delegacias da mulher e fazem acompanhamentos das vítimas para retirada de seus pertences do lar, encaminhamentos aos abrigos, hospitais e outros apoios que se fizerem necessário.

Policiais da GCM prontos para defender mulheres vítimas de violência doméstica

A Guarda Civil Metropolitana atua hoje com aproximadamente 80 policiais, divididos em rondas permanentes e plantonistas. O Programa Guardiã Maria da Penha tem feito o máximo possível para combater a violência doméstica, que infelizmente atinge muitos lares e muitas mulheres em nossa cidade e em nosso País. A Inspetoria de Defesa da Mulher e Ações Sociais está instalada na Rua da Augusta nº 10 – Consolação e também recebe denúncias através do telefone 153.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *